30/08/2019

ALVF, CTSEM e CIES Macrorregião Oeste oferecem curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH).

Nos dias 14 e 15 de setembro, acontece em Chapecó o curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH), no Centro de Estudos do Hospital Regional do Oeste. O objetivo da ação é capacitar profissionais para a realização de salvamento e resgate com a utilização de protocolos de atendimento internacional.

O curso acontece em parceria com a Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (ALVF), o Centro de Treinamento e Simulação de Emergências Médicas (CTSEM), credenciado pela American Heart Association, e a Comissão Integração Ensino-Serviço (CIES), da macrorregião oeste.

Voltado para profissionais da saúde, brigadistas de emergência, equipes de resgate, bombeiros civis e demais interessados, o curso abordará questões relevantes sobre atendimento pré-hospitalar. Entre os conteúdos: avaliação primária e secundária, ABCDE do trauma, sangramentos, hemorragia, choque volêmico, choque neurogênico, fraturas abertas e fechadas, emergências clínicas, emergências neurológicas, emergências cardiológicas, imobilizações gerais no trauma, retirada de vítimas do local, transporte das vítimas com e sem imobilizações, comunicação por rádio, queimaduras, crise convulsiva, reanimação cardiopulmonar, utilização do desfibrilador externo automático, emergências diabéticas, hipoglicemia / hiperglicemia e parto de emergência em via pública.

Além disso, o conteúdo programático do curso, inclui:

Trauma; Avaliação e atendimento (o que fazer ao se deparar com acidentes graves); Trauma cranioencefálico (lesões no crânio provocadas por quedas, atropelamentos e outras causas); Choque hipovolêmico (sangramento);
Trauma raquimedular (lesões na medula espinhal que podem causar sequelas irreversíveis); Trauma abdominal; Trauma torácico; Queimaduras; Trauma músculo esquelético (fraturas, amputações, torções e outros); Trauma no idoso; Trauma pediátrico; Suporte básico de vida; Casos clínicos; A cadeia de sobrevivência no adulto (o que fazer primeiro em uma emergência); Acidente vascular cerebral agudo (derrame); Fatores de risco da doença cardíaca e do AVC (os fatores que podem causar um infarto ou um derrame); Reanimação cardiopulmonar no adulto; Desfibrilação Externa Automática (DEA); Posição de recuperação (o que fazer quando a vítima volta a apresentar sinais de vida); Obstrução de vias aéreas por corpo estranho (engasgamento); Suporte básico de vida em pediatria (o que fazer primeiro quando se deparar com uma criança em estado grave); Síndrome da morte súbita do lactente (uma causa de morte muito comum no Brasil entre as crianças que ainda mamam, porém, pouco divulgada); Convulsão; Desidratação; Síncopes desmaios; Crises de hipoglicemia e hiperglicemia (diabetes); Parto emergencial (quem escolhe a hora da criança nascer é a natureza); Mordidas e picadas de animais peçonhentos; Intoxicação e envenenamento.

Ao todo, serão 20 horas  de curso, com certificado emitido pelo CTSEM. As aulas contarão com instrutores altamente treinados e credenciados, de acordo com as regras e especificações da American Heart Association (AHA).

O valor de investimento por aluno é de R$400,00, com material incluso. O pagamento pode ser feito com entrada de R$100,00 e saldo parcelado em até três vezes no cartão de crédito. Para efetivação da inscrição, o aluno deverá realizar o depósito de R$100,00 e o parcelamento será realizado no dia do curso.

As inscrições deverão ser realizadas diretamente no site do CTSEM. Para mais informações, entrar em contato pelo WhatsApp: (51) 99585-1265